terça-feira, 7 de abril de 2009

De que me serve o Evangelho?

Por Caio Fábio


Por que o Evangelho? — é o que alguns me perguntam.

Respondo que é pela Boa Nova e pelo bem como Vida que ele, o Evangelho, garante para todo aquele que crê em Jesus.

Então me perguntam ainda:

Mas e o que eu ganho?

Vida! — é a minha única resposta.

Mas e aqui? — insistem.

Aqui? Ora, aqui é isso mesmo: Vida.

Mas para ter vida a gente não precisa do Evangelho! — já ouvi muitas vezes. Ou você acha que fora do Cristianismo ninguém é salvo? — cutucam.

Eu não creio em religião. Creio em Jesus. Creio nos ensino do Evangelho, que é amor — afirmo sempre. Mas prossigo: Por que você está me perguntando sobre essas coisas?...

Como assim? Apenas disse que existe vida fora do Evangelho! — defendem-se.

Pois é. Mas é você quem me indaga; eu não.

Como? Você não indaga?

Digo que eu não faço esta pergunta a ninguém; digo que não quero saber e não indago por nenhum saber que não seja apenas conhecimento como informação. Mas não pergunto o caminho, pois, sei e estou no Caminho. Digo com a certeza da certeza sem ufania.

Mas e qual é a vantagem disso? — insistem sempre.

Vantagem? Estou falando de vida. A alternativa é a morte. Como você me pergunta pela vantagem?

Mas tem que ter uma vantagem! — é o que sempre ouço então.

Se vida não for vantagem sobre a morte, então, não há vantagem no Evangelho para você! — garanto.

Como morte? Você está dizendo que eu estou morto?

Não sei. Você está? — indago com carinho.

Não; não é? Estou aqui. Falando com você. Como posso estar morto?

Mas você está querendo saber sobre o Evangelho, sobre a sua vantagem, e aceita indagar se está vivo ou morto. Você já viu um vivo com dúvida sobre a vida?

Ah, sim. O tempo todo... — é a desculpa.

Não! Você vê existentes sem saberem o que seja vida. É isto que você vê.

Em geral, silencio... Quase todos ficam pensativos.

Prossigo:

Você perguntou “Por que o Evangelho?” Ora, é porque todos nós existimos mortos, sem sabermos o que é vida, e a prova disso é a nossa discussão com a vida; ou seja: com tudo o que seja amor, bondade, verdade, perdão, graça, sinceridade sempre, lealdade, fidelidade, alegria, pureza, simplicidade, e tudo quanto faz bem. Somente quem está morto pode discutir contra o chamado de Jesus, que é apenas para a vida; e tanto mais quanto seja em amor, mais abundante será. Assim, o Evangelho é a via da vida e da ressurreição hoje e eternamente; pois, quem não anda no amor, conforme Jesus, esse caminha morto e na escuridão.

É simples assim. Não tem discussão. O resto da conversa só depende de você querer brigar contra o amor... E digo mais: Isto, no entanto, não tem dono. Deus mesmo derrama esse amor sobre os homens. Mas tem gente que resiste... O Evangelho é um grito que diz: Não resista ao amor de Deus e nem ao chamado para viver em amor.

Eu, porém, nunca passo desse ponto.

Ou é ou não é.

Eu paro aqui.



Nele,



Caio
6 de abril de 2009
Lago Norte
Brasília
DF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog Widget by LinkWithin