sexta-feira, 3 de abril de 2009

UMA CARTA DO CAIO - LEIA!

Uma carta resposta a todas as cartas sem respostas!

Minha tarefa aqui no www.caiofabio.com não é moleza.

Não dá nem pra fazer de conta que as coisas não são como são.

Por exemplo:

Limpo a minha caixa como posso, tento ler cartas e responde-las, mas, para cada uma que respondo [a maioria esmagadora nem mesmo posto no site], há 400 ou 500 que me escapam todos os dias...

Assim, com todo amor, agradeço de coração aos que escreveram aos milhares nos últimos 20 dias, agradecendo pelos textos no site, pelas mensagens na radio, pelo encontro na Catedral Presbiteriana no domingo que passou, bem agradeço aos que estiveram no Centro Cultural da Bíblia e que me escreveram; ou, ainda expresso minha gratidão aos milhares que têm escrito à propósito do programa de televisão em Brasília; ou ainda por causa da benção que a Vem e Vê TV tem sido para tantos já no mundo todo.

Hoje tentei ver se dava para começar a tentar responder o máximo de cartas que me fosse possível, mas, infelizmente, é sobre-humana a tarefa.

Fico angustiado por qualquer que seja a perspectiva...

Se as cartas são de gratidão pelo que têm recebido, e são lindas as cartas, me angustio, pois, gosto de dizer “amém” a todos, e, assim, expressar meu carinho. Mas não dá... São muitas. Estão para além de mim...

Se as cartas são apelos de angustia... — aí é que fica pior para mim; posto que na maioria das vezes os assuntos já estejam no site, porém, para o “novato” no site, tudo é novo, e, para ele, lhe parece que sua angustia está inaugurando uma era de dor que nunca foi tratada antes... Sem falar que há aqueles que dizem: “Sei que você já respondeu, mas quero uma resposta para mim!” Aí não só dói, como também fica impossível e impensável.

Há também os que querem conselhos sobre suas igrejas e ministérios. Aflijo-me, mas sei que somente Deus daria conta de tantas cartas. Até o Arcanjo Miguel iria dizer: “Péra aí... Eu sou só uma criatura... Não tenho esse poder!”

Há ainda os que querem saber minha base bíblica para o que afirmo [já que não ponho referencias bíblicas a fim de ver se faço as pessoas lerem a Palavra].

Há os que também querem saber o que leio e de onde tiro as coisas...

Sem falar nos que me pedem para ler seus textos, livros não publicados, blogs, fotologs, sites, etc.

Assim, digo:

Se você escreveu e eu não respondi, é provável que nem mesmo tenha conseguido ler a sua carta.

Se você, agora, ainda julga que ela seja importante, que não haja nada no site que lhe esclareça apesar de você já ter pesquisado por Titulo ou por palavra dentro dos Textos, então, me escreva outra vez, mas faça isto de modo sucinto...

Uma carta longa já desanima de saída...

Estou muito feliz com o que está acontecendo nas vidas de milhares de pessoas.

O site, hoje, todos os meses, de um modo ou de outro, direta ou indiretamente, é lido por mais de um milhão de pessoas todos os dias.

São e-mails que rodam e são enviados por milhares para milhões... E o crescimento é exponencial.

A Vem e Vê TV está alcançando milhares também.

Agora nos preparáramos para colocar a Vem e Vê TV no You Tube, direto e ao vivo.

Semana passada nosso fluxo de acessos na Vem e Vê TV foi tão grande — e temos servidores em quatro continentes — que nosso servidor na Europa caiu, pois, não agüentou a demanda...

São acessos de todos os lugares, aos milhares...

Onde há gente que fale ou entenda português há gente conectada.

Agora, sem se sentir mais especial do que ninguém, me diga:

Há razão para a sua ira por eu não conseguir responder a você?

Há razão para que você pense que não respondo por que sonego bênçãos, como alguns já disseram?

Portanto, eu imploro:

Tente se ajudar lendo o site e usando-o como ferramenta de pesquisa.

Somente depois de muito pesquisar... me escreva.

Todos os dias milhares chegam sem saber de nada...

Deixaram-me em 1998 e voltam pensando que ainda estamos em 1999.

Onze anos se foram...

Tudo mudou.

Mude também.

Ou, então, pelo menos se informe.

De lá para cá já coube outra vida na minha existência...

Mais coisas essenciais me aconteceram de 1998 para cá do que durante toda a minha existência antes.

Assim, não me pergunte como eu estou, como se estivéssemos sozinhos numa cafeteria...

Nem tampouco me pergunte sobre as estratégias de meu “ministério”... ou coisas do gênero.

Meu ministério é isso aqui. Ponto!

Agradeço com todo amor por todo o carinho recebido.

Mas peço que seu amor não me seja um peso... E tal amor sempre assim se me torna quando com o carinho vem a cobrança; do tipo: “Sei que você está aí... Me responda logo!”

Não sou candidato a nada. Por isto digo as coisas com toda clareza, simplicidade e franqueza as coisas que digo.

Mas repito:

Se você quer falar sobre livros, Cds, DVDs, problemas técnicos, creia: não é comigo. Escreva para edvaldo@caiofabio.com ou para lesimar@caiofabio.com – Eles sabem; eu não.

Se quer saber sobre o Caminho da Graça, escreva para: marceloquintela@caiofabio.com; chico@caiofabio.com; ou para carlosbregantin@caiofabio.com.

Se você quer saber sobre ajuda psicoterapêutica escreva para ana@caiofabio.com.

Se você tiver um problema que no site não esteja tratado, então, depois de pesquisar e ver se é assim mesmo, me escreva; e, farei tudo para responder.

Mas lembre-se:

Você deve ser sucinto.

Você deve colocar com clareza no Assunto ou Subject o Teme real de sua carta.

Mais: nunca escreva com letras maiúsculas, pois, é como um GRITO, e não dá pra ler direito.

Receba esta carta com amor!

Ela simplesmente diz o possível e o real.



Nele, que me dá a limitação e o privilegio de ser útil como apenas um homemzinho à minha geração,



Caio
3 de abril de 2009
Lago Norte
Brasília
DF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog Widget by LinkWithin